Sexo Oral

 

 
Vinicius de Moraes, já nos seus últimos anos de vida, passava horas e horas dentro de uma banheira, com água morna e um copo de uísque na mão. Nu, repousando e bebericando, Vinicius recebia os amigos para conversar durante esses longos banhos de imersão. Naqueles anos de ditadura, semi exilado na Itália, ele dizia que estar na banheira era como um retorno ao útero materno.

Quem me contou essa estória, foi o próprio Toquinho, de quem sou amigo. Toquinho foi parceiro constante de Vinicius e nessa época compuseram músicas maravilhosas, entre elas, Tarde em Itapõa.

E por que falo disso? Porque Vinicius é o mais conhecido poeta romântico Brasileiro e não há mulher que não tenha um dia se encantado com seus versos e em pensamentos ter fantasias românticas. Ele entendia de mulheres. Tanto é que casou oito vezes.

E já que Vinicius proclamava que os banhos de banheira são uma volta ao útero materno, digo que sexo oral nos é tão prazeroso, por que nos trás de volta a uma das fases de nossa infância básica. É o retorno a fase oral. Assim sendo, além do prazer físico imediato, nosso cérebro retorna inconscientemente aos felizes primórdios de nossa existência.

Por isso sexo oral é tão bom.

E por incrível que pareça, tem gente que não gosta.

 

This entry was posted in Reflexões. Bookmark the permalink.

One Response to Sexo Oral

  1. MARIA CÉSAR says:

    É uma conclusão no mínimo interessante!
    Bom, de qualquer forma, seja qual for a motivação p/o tal ato só sei q é muuuuuuuuito bom! rs
    bjs

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s