Poeta – Substantivo Masculino?

 

Nunca me preocupei muito com esse fato, mas há algo de interessante nele. Na língua portuguesa a maioria das palavras substantivas terminadas com a letra A, são do gênero feminino.

Assim é, por exemplo, com as seguintes palavras: NAMORADA, MÉDICA, ENFERMEIRA e COZINHEIRA. Elas claramente expressam a mulher como agente da profissão. Se trocarmos o A final por um O, estes substantivos viram profissão de homem: NAMORADO, MÉDICO, ENFERMEIRO e COZINHEIRO.

Mas porque então não existe a profissão de POETO…?

Poeta é uma palavra nitidamente feminina e ao pensar nisso nos últimos tempos, acho que assim se fez de propósito. Ser poeta exige uma sensibilidade que não é típica do homem. Ela é uma característica mais feminina… Isso não quer dizer que poetas sejam gays ou que alguém duvide da masculinidade de algum trovador, mas no mínimo é curiosa essa exceção no vernáculo da língua portuguesa.

Mas eu toquei nesse tema, por que muito embora poesia seja intimamente ligada a mulheres, seja por que elas são mais sensíveis à leitura, ou por que poesias em geral falam da mulher amada, o fato é que há muito mais poetas do que poetisas conhecidos. Basta verificar quantos prêmios Nobel de literatura foram entregues a mulheres e quantos para homens. A diferença de números é monstruosa.

Por isso hoje, vou deixar aqui duas poesias feitas por mulheres. E ninguém sabe melhor o que é se entregar a alguém de corpo e alma, do que uma mulher apaixonada.

Versos vindos de uma mulher têm um sabor muito especial.

 

Grito erótico

Caluniaste o meu corpo
ao longo dos teus gestos
sem medida
Desde a palavra exacta
do meu sexo
e soletraste-me puta
      Puta
      Puta
Angustiosamente erótica
abri-me em coxas
e penetrei-te na minha fauna aquática
      Grito marinho
      a escorrer nas algas
      do meu ventre
      Puta
      Puta.

Manuela Amaral

*****************************

No Momento exato

Peço que se multiplique tua boca
Multipliquem-se tuas mãos
Os pés, os braços, a cintura
Peço que tudo o que é teu seja multiplicado
Por cima de tudo o que é meu

Damsi Figueroa

 

This entry was posted in Poesias. Bookmark the permalink.

2 Responses to Poeta – Substantivo Masculino?

  1. Sara says:

      Ótimas escolhas, Maximus! Manuela Amaral é tudo de bom e esta escolha de Damsi Figueiroa, poeta chilena, foi maravilhosa. Adorei! Muito bem representado.
     
    Quanto ao que expôs, poesia não tem sexo. E sensibilidade é do ser humano.
     
     
    Beijos
     
    * Beijo…palavra sem gênero

  2. Poeta Maximus says:

    Voce não sabe como fico satisfeito em notar teu conhecimento de poesias. Pouca gente conhece Damsi Figueroa exatamente porque ela é chilena. E voce conhecia….!!!
     
    O Chile tem produzido poetas maravilhosos e dois deles ganharam o premio Nobel. Neruda e Gabriela Mistral. Qualquer hora vou postar alguma coisa da Gabriela que é densa e profunda.
     
    Beijos poéticos…
     
     

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s