Traição

 

Há muitos anos atrás, me lembro de ter lido uma entrevista com um estudioso famoso, em que ele dizia que a traição tem significados diferentes para homens e mulheres.

Dizia tal estudioso, que o homem trai pelo prazer do sexo e a mulher pela emoção da paixão.

Assim para o homem, trair é algo sem maiores conseqüências, apenas um prazer imediato, enquanto para uma mulher a traição tem um significado muito profundo e conseqüências imprevisíveis.

Será verdade?

Por outro lado, tenho lido que o número de mulheres que hoje buscam sexo apenas por prazer é cada dia maior. Será isso uma contradição?

Será que minhas amigas virtuais me ajudam a esclarecer esta dúvida?

********************

E, como gosto de tratar todos os meus temas dentro de um contexto poético, vou deixar aqui uma das mais belas poesias que conheço sobre a traição de uma mulher.

A Casada Infiel

E eu que a levei ao rio
Certo de que era donzela,
Mas bem que tinha marido.

Foi a noite de São Tiago
E quase por compromisso.
As lâmpadas se apagaram
E se acenderam os grilos.
Já nas últimas esquinas
Toquei seus peitos dormidos,
Que se me abriram de pronto
Como ramos de jacinto.
A goma da sua anágua
Vinha ranger-me no ouvido
Como seda que dez facas
Rasgassem em pedacinhos.
Sem luz de prata nas copas
As árvores têm crescido
E um horizonte de cães
Ladra bem longe do rio.

Passamos o campo de amoras,
os juncos e os espinhos,
Por baixo de seus cabelos
Fiz um ninho sobre o limo.
Eu tirei minha gravata.
Ela tirou seu vestido.
Eu, cinturão e revolver.
Ela, seus quatro corpinhos.
Nem nardos nem caracóis
Têm a cútis com tanto viço,
Nem os cristais sob a lua
reluzem com esse brilho.
Sua coxas me escapavam
Como peixes surpreendidos,
Metade cheias de lume,
Metade cheias de frio.
Naquela noite corri
Pelo melhor dos caminhos,
Montado em potra de nácar
Sem rédeas e sem estribos.
As coisas que ela me disse,
Por ser homem não repito
pois a luz do entendimento
me faz ser assim comedido.
Suja de beijos e areia,
Eu a levei lá do rio.
Contra o vento se batiam
As baionetas dos lírios.

Portei-me como quem sou.
Como cigano legítimo.
Dei-lhe cesta de costura,
Grande, de refinada palinha,
E não quis enamorar-me,
Pois ela, tendo marido,
Me disse que era donzela
Quando eu a levava ao rio.

Frederico Garcia Lorca

 

Technorati Tags: ,
This entry was posted in Poesias. Bookmark the permalink.

2 Responses to Traição

  1. MARIA CÉSAR says:

    Creio q são dois momentos de uma mesma história! As mulheres antigamente só trairiam qdo apaixonadas ou frustradas em sua relação. Mas, hoje em dia, já não precisam sentir-se amarguradas p/buscarem prazer com outras pessoas. Agora, se isso é bom ou ruim, sinceramente não sei te dizer. Depende sempre do contexto em questão.
    bjs de final de sábado

  2. p says:

    Eu concordo com esse estudo. Apesar de os tempos serem de mudança, e se ver de tudo (as excepções confirmam a regra) acredito que a mulher quando trai é pela paixão, por ser um ser mais emocional, independentemente de tudo o que está por trás da mesma.
    Já os homens pela sua natureza são mais físicos, uma traição normalmente tem contornos associados ao sexo e ao prazer imediato.
    É só a minha opinião, vale o que vale…
    Beijos e boa semana!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s